Pílula do dia seguinte funciona mesmo? Riscos e efeitos

Saiba mais sobre a pílula do dia seguinte

Sempre que tocamos no assunto pílula do dia seguinte surgem muitas opiniões, contrárias ou favoráveis, apesar de médicos considerarem a pílula como um contraceptivo emergencial algumas culturas e religiões colocam a pílula como um método abortivo disfarçado, para esclarecermos um pouco mais o assunto hoje vamos falar sobre a eficácia e como funciona este método.

Saiba mais sobre a pílula do dia seguinte
Saiba mais sobre a pílula do dia seguinte

Para que a pílula do dia seguinte tenha eficácia é necessário que seja ingerida em até 72 horas após a relação, sendo que o ideal é que a dose seja tomada antes da 12ª hora, após esse período a eficácia é comprometida e pode não apresentar nenhum efeito, mas muitas mulheres pensam também nos riscos que a pílula pode trazer.

Pílula do dia seguinte funciona mesmo?

Como dissemos a eficácia da pílula do dia seguinte está relacionada diretamente com tempo que a pessoa faz o uso da mesma, desta forma podemos utilizar a tabela abaixo para ter uma noção da eficácia da mesma:

  • Ingerida em até 24 horas tem eficácia de aproximadamente 95%;
  • Ingerida entre 25 a 48 horas sua eficácia cai para 85%;
  • Ingerida entre 48 a 72 horas após a relação tem eficácia de cerca de 50%.
Para melhor eficácia a pílula do dia seguinte deve ser tomada imediatamente
Para melhor eficácia a pílula do dia seguinte deve ser tomada imediatamente

Desta forma percebemos que a pílula do dia seguinte deve ser utilizada de imediato e mesmo assim não apresenta 100% de eficácia, além disso, é preciso considerar neste período de tempo a ingestão dos dois comprimidos, já que a pílula geralmente conta com duas doses, sendo que a segunda dose não poderá ultrapassar o tempo de 24 horas, além disso, o período entre doses é de 12 horas.

Links patrocinados

Efeitos Colaterais da Pílula do dia seguinte

Dentre os principais efeitos colaterais que acompanham a ingestão da pílula do dia seguinte estão a diarreia e o vomito, no geral começam a se manifestar na primeira hora após a ingestão das doses, além disso, é comum que pessoas que fizeram uso da pílula do dia seguinte apresentem alteração no ciclo menstrual, náuseas, dor de cabeça e sensibilidade nos seios.

Caso apresente alguns sintomas e necessite ingerir um medicamento durante este período como remédios contra enjoos o ideal é consultar seu médico para ele prescrever o melhor medicamento para o caso.

Como todo medicamento a pílula do dia seguinte apresenta alguns efeitos colaterais
Como todo medicamento a pílula do dia seguinte apresenta alguns efeitos colaterais

Se eu tomar a pílula do dia seguinte estou abortando?

Essa é uma pergunta pertinente, claro, que a opinião sobre o aborto é particular de cada um, mas analisando a pílula do dia seguinte podemos dizer que não é considerada um aborto, pois o objetivo dela é impedir a passagem e fixação do espermatozoide na parede do ovário e no colo do útero.

Desta forma ela evita a gravidez e não a interrompe, ou seja, funciona da mesma forma que qualquer outro método contraceptivo, como camisinha, DIU ou até mesmo o uso de anti concepcionais.

Conclusões sobre a pílula do dia seguinte

Não tomaremos um partido ou daremos lição de moral ao falar da pílula do dia seguinte, pois cada pessoa é livre para trilhar os próprios passos, a única coisa que iremos falar e faremos coro com uma série de médicos é sobre o uso da pílula, já que muitas mulheres utilizam a pílula periodicamente e este é o problema pois pode diminuir a eficácia da mesma e trazer diversos outros riscos.

E você acha que a pílula do dia seguinte funciona mesmo? Deixe sua opinião sobre o assunto e conte sua experiência caso tenha feito uso da mesma, compartilhe também nas redes sociais.

1 pensamento em “Pílula do dia seguinte funciona mesmo? Riscos e efeitos”

Deixe uma resposta