Tratamento para dependência química (Drogas)

Só sabe os malefícios que o vicio em drogas traz quem tem um parente ou amigo nessa situação, e muitos se perguntam de existe um tratamento para dependência química, independente se o dependente químico for homem, mulher, jovem ou velho, existem tratamentos eficazes sim para que o ente querido se veja livre de vez das drogas e dos problemas que este vicio acarreta.

Porem, antes de mais nada é preciso dizer que o tratamento para dependência química só funciona se a pessoa envolvida com trocas quiser fazer e aceitar o tratamento, pois o dependente deverá ser internado e muitos não querem se sujeitar a abstinência que a internação proporciona.

Além disso, os familiares e amig

Tratamentos para dependência química
Dependência Química tem tratamento.

os, devem entender que os tratamentos são dolorosos e demorados, por isso, mesmo que a pessoa implore para sair, ou estes acharem que a pessoa está sofrendo muito é importante manter a internação, pois o sofrimento com as drogas podem ser ainda mais graves.

Para iniciar o tratamento é necessário realizar uma avaliação para ter certeza de que o dependente necessita mesmo de uma internação, e esse diagnostico depende de alguns fatores como:

  • O tipo e o numero de drogas, e substancias psicoativas que o usuário utiliza;
  • Os prejuízos materiais e emocionais causados pelas drogas;
  • A severidade da dependência química;
  • As condições de saúde do paciente submetido a internação;
  • A resistência do dependente aos tratamentos escolhidos;
  • O ambiente em que vive o dependente, seja ele social, familiar, ambiental e doméstico (não adianta iniciar um tratamento se após a internação o dependente tiver acesso a drogas novamente);

Objetivos dos tratamentos para dependência química

É importante que os familiares, amigos e o próprio paciente tenha ciência de quais objetivos podem ser atingidos com a internação e o tratamento para dependência química, no geral os objetivos são:

  • Melhoria nas condições de vida do usuário e de sua família;
  • Reduzir o numero de recaídas após o período de abstinência;
  • Abstinência total e completa do paciente.

Tratamentos para dependência química

O tratamento para dependentes químicos é dividido em etapas, sendo a primeira etapa a avaliação.

Avaliação do Paciente

Profissionais habilitados devem ter acesso ao histórico clinico e psicológico do usuário de drogas, um relato de como se deu e o que motivou os primeiros contatos com estas substancias, histórico de tratamentos anteriores, caso o paciente tenha se submetido a algum. Histórico familiar e social do paciente, e síndromes e efeitos da abstinência de drogas por parte do paciente.

Desintoxicação com medicamentos

Um profissional médico poderá indicar tratamentos com medicamentos para dependência química, principalmente quando a dependência é causada por opióides, crack, cocaína e álcool.

O Tratamento

O tratamento pode ser aplicado em formas distintas, como:

  • Tratamento em clinicas fechadas: Pacientes com histórico de overdose, síndrome de abstinência prolongada, comorbidades, risco de suicídio ou violência física a terceiros e pacientes que não aceitam outros tratamentos.
  • Tratamento em ambulatório: Pacientes conformados e conscientes de suas necessidades, adolescentes entre 13 e 15 anos, idosos e gestantes.
  • Tratamento em comunidades terapêuticas: Dependentes cruzados, longo histórico de uso de drogas, pacientes com problemas sociais (com policiais ou traficantes).

A escolha do tipo de tratamento só vem após o diagnostico do nível de dependência química, e está relacionada diretamente a capacidade do dependente cuidar de si mesmo, aceitar o tratamento e também das preferencias pessoais dos familiares do dependente.

Tratamento para família de dependentes químicos

A família do dependente também deverá participar do tratamento, frequentando grupos de apoio, pois esta precisa participar ativamente da recuperação do paciente e deve se reeducar para conseguir ajudar o dependente químico em tratamento.

O pós tratamento para dependentes químicos também é importante, por isso a participação da família é importante para mudanças nos hábitos do dependente para que este não tenha recaídas.

Eficácia do tratamento para dependência química

Estudos em níveis globais indicam uma boa porcentagem de sucesso quando o paciente está ciente de suas necessidades e aceita o tratamento, abaixo você poderá conferir o nível de eficácia de diferentes tratamentos.

  • Tratamento para alcoolismo: Eficácia de 40 a 70%
  • Tratamento para heroína: Eficácia de 50 a 80%
  • Tratamento para cocaína: Eficácia de 50 a 60%
  • Tratamento para combate da nicotina: Eficácia de 20 a 40%

Compartilhe abaixo suas experiências com tratamentos para dependentes químicos, contribua para enriquecer nosso conteúdo e ajudar pessoas de todo o Brasil, para isso comente e compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta